Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018 - SÃO JOSÉ DOS QUATRO MARCOS

RIO BRANCO: Avô e tio reivindicam guarda de bebê abandonada em lixeira

Embora a Polícia Civil de Rio Branco (356 Km a oeste de Cuiabá) ainda não tenha localizado a mulher que abandonou uma bebê recém-nascida dentro de uma lixeira, o avô materno e um tio da criança procuraram o abrigo municipal aonde ela foi encaminhada e disseram que querem ficar com Vitória, nome dado à bebê pelos profissionais do Hospital de Rio Branco que cuidaram ela por 3 dias. A mãe é uma jovem de 20 anos que já foi identificada pela Polícia, porém, continua sendo procurada para ser ouvida.

De acordo com assistente social, Lucimar Justino dos Reis Lopes Pinheiro, responsável pela Casa da Criança Raio de Luz, abrigo para onde a criança foi levada neste domingo após receber alta médica, o avô da criança, que é viúvo, e um tio procuraram o abrigo nesta segunda-feira (25) por volta das 15h30 reivindicando a guarda. Em seguida, foram para o Fórum de Rio Branco em busca de informações sobre os procedimentos necessários. O tio é casado e estava acompanhado de uma mulher que acredita-se que era sua esposa. Ela também disse ter interesse em ficar com a criança.

“Falaram que estão correndo atrás dos papéis e foram para o Fórum. Eles disseram que não é pra deixar ela ir pra adoção. Eles querem a criança de qualquer jeito”, relatou Lucimar ao Gazeta Digital. Ela, por sua vez, explicou que não é tão simples, pois a Polícia ainda precisa primeiro encontrar a mãe para ser ouvida e explicar os motivos e as circunstâncias que a fizeram abandonar a filha. “Expliquei pra eles que também é preciso a comprovação do parentesco como o exame de DNA e isso quem decide é a Justiça”, relata a assistente social.

No sábado (23), quando a criança ainda estava internada no Hospital Municipal de Rio Branco, o avô foi até a unidade de saúde visitar a recém-nascida e disse que não sabia que a filha estava gestante. “Ele disse que nem ela sabia que estava grávida”, conta Lucimar. Na tarde desta segunda-feira, o avô retornou e reivindicou a guarda da menina.

Pedidos de adoção - Conforme a assistente social, a bebê está bem e começou a ganhar peso. Ela nasceu com 2,630 quilos e na pesagem realizada nesta segunda-feira foi verificado que ela já ganhou 20 gramas. A bebê foi abandonada nua numa lixeira de metal em frente a casa de um casal de idosos na madrugada da última sexta-feira (22). Ela ficou por 2h passando frio até ser resgatada por volta das 6h e levada ao Hospital.

Com a notícia veiculada na imprensa, dezenas de casais de cidades da região procuraram o Hospital e continuam procurando o abrigo com interesse de adotar a bebê. De acordo com a assistente, além de famílias rio-branquenses, moradoras dos municípios vizinhos: Lambari D’Oeste, Salto do Céu, Mirassol D’Oeste e Quatro Marcos já foram até Rio Branco com objetivo de adotar a recém-nascida.

“Hoje mesmo já veio uma senhora de Mirassol D’ Oeste. Eu Digo que a criança não está disponível pra adoção pois tem todo um trâmite que precisa ser seguido”, explica Lucimar ao pontuar que tem que escutar a mãe também. “A gente não sabe da situação dela, se tem uma depressão ou outro problema. Só depois de ouvir ela será possível saber a causa de ter abandonado a filha”.


Comentários

  • Um Resumo

    logo

    Este site foi desenvolvido com toda técnologia semântica do HTML5 e foi criado com as últimas tecnologias disponíveis.

  • Facebook

Desenvolvido por Alexandro (65) 99629-0014 | MEUCI.com.br