Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017 - SÃO JOSÉ DOS QUATRO MARCOS

PR já lança Mauro Mendes a governo do Estado

Imagem

Presidente do diretório estadual do PR, o senador Welington Fagundes disse que está disposto a entregar a chefia do partido em Mato Grosso ao empresário e ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes para que o mesmo venha a se filiar ao partido e assim viabilizar uma candidatura majoritária nas eleições de 2018, seja ao governo do Estado ou Senado. De acordo com Fagundes, a ideia é permitir a Mauro Mendes, em uma eventual filiação ao PR, amplo poder de articulação junto aos diretórios municipais e demais partidos para viabilizar uma candidatura majoritária. “Acredito que é uma alternativa para oferecer a segurança necessária para construir um projeto político”, disse. 

Fagundes ainda elogia a capacidade política gerencial de Mauro Mendes ao enaltecer ações do empresário nos quatro anos em que permaneceu à frente do Palácio Alencastro. “O Mauro Mendes já pertenceu ao PR, foi um ótimo prefeito em Cuiabá e detém credibilidade com o eleitorado como gestor público. Diante das limitações orçamentárias de um município e em um período de crise econômica, Mauro Mendes lançou obras como o novo Pronto Socorro, deixou o legado do Parque das Águas e Tia Nair e cumpriu o pagamento do funcionalismo. Em minha avaliação, é um dos nomes mais viáveis ao governo do Estado e o PR está de portas abertas para recebê-lo”, declarou. 

Questionado se diante das dificuldades administrativas enfrentadas pelo governador Pedro Taques (PSDB) muito em parte pelos desdobramentos da crise econômica que atingiu diretamente as contas públicas, o senador Welington Fagundes considera prematuro qualquer avaliação de que este ou aquele possa despontar ou não numa disputa majoritária. “Aos poucos estão surgindo alternativas para a disputa majoritária como o Antônio Joaquim [conselheiro afastado do Tribunal de Contas), o próprio Mauro Mendes e até mesmo a ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavalli Neder, e o ex-senador Jayme Campos são bons nomes numa disputa majoritária em Mato Grosso”, ressaltou. 

Antes de ser filiado ao PSB, Mauro Mendes lançou-se na política em 2008 ao disputar a Prefeitura de Cuiabá. Naquela ocasião, foi derrotado em uma disputa de segundo turno na qual somou 114 mil votos pelo então candidato à reeleição Wilson Santos (PSDB), atual Secretário de Estado de Cidades. Dois anos depois, filiado ao PSB, Mendes concorreu ao governo do Estado. Embora tenha se sagrado vitorioso nos três maiores colégios eleitorais de Mato Grosso que são Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis, não foi o suficiente para impedir a vitória do adversário Silval Barbosa. 

Em 2012, Mendes foi eleito prefeito de Cuiabá após embate de dois turnos com o ex-vereador Lúdio Cabral (PT). Ao não disputar a reeleição, passou a ser cobiçado para concorrer nas eleições de 2018. 

Aliado de primeira hora de Mendes, o deputado federal Fábio Garcia (sem partido), diz que seu grupo político ainda mantém conversas e está indefinido quanto a três partidos. “As opções viáveis são PR, PP e DEM. Mas, tudo depende do diálogo que será feito com esses três partidos”, ressalta.


Comentários

  • Um Resumo

    logo

    Este site foi desenvolvido com toda técnologia semântica do HTML5 e foi criado com as últimas tecnologias disponíveis.

  • Facebook

Desenvolvido por Alexandro (65) 99629-0014 | MEUCI.com.br