Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018 - SÃO JOSÉ DOS QUATRO MARCOS

FOTO COM ARMA: Padre reconhece erro e pede desculpas a sociedade

O pároco Thiago Bruno, do município de São José dos Quatro Marcos, publicou nesta terça-feira, 2, em  rede social uma nota de esclarecimento da postagem  de uma  foto  ostentando uma  possível arma de fogo.

Segundo padre Thiago o fato ocorreu em uma festa de aniversário de um amigo, e que por  simplicidade publicou a imagem com  uma arma de brinquedo. “ publiquei em rede social uma imagem em que apareço próximo a uma arma de brinquedo (souvenir) deste mesmo amigo, de onde surgiram várias interpretações, como é comum nos comportamentos nas redes sociais”. Disse o padre.

O pároco ainda pediu desculpas à sociedade e afirmou que é contra qualquer ato que  gere violência. “Errei, e peço perdão à minha família, à família do meu amigo aniversariante, aos meus paroquianos, e aos meus amigos. Afirmo que promovo a paz e a segurança na sociedade, o bem estar da família, o respeito às leis, e a defesa da vida desde a concepção da pessoa humana. Sou contra a cultura de morte (incluindo qualquer apologia ao crime). Que Deus abençoe a todos nós com um ano novo cheio de vida nova.  Feliz 2018. Rezem por mim!”

O CASO

Rogério Garcia Dos Reis adicionou em seu Facebook uma foto do Padre Thiago Bruno, de São José dos Quatro Marcos, que está causando o maior alvoroço nas redes sociais.  A imagem é do pároco responsável pela Paroquia do município de Quatro Marcos, postado em  perfil de  WhatsApp, onde aparece ao lado de uma arma de fogo.

Rogério ainda intitulou a foto em tom de ironia.  “O Padre deseja um feliz ano novo, com muita paz, amor, felicidade e prosperidade”. As opiniões na rede social sobre a imagem do padre portando uma arma se divergem a medida que as pessoas vão se inteirando sobre o assunto. 

“Não vejo nada demais nessa postagem! Só porque é padre?' Ele é uma pessoa normal como qualquer um de nós, tantos postam o que quer, porque ele não pode? Pelo menos ele não é hipócrita! É o que é”, comentou uma professora do município.

“Não é um bom exemplo! É ridículo! E essa foto não é a única, nesta mesma postagem tinham bebidas e bajulação , idolatria a políticos, tudo inadmissível a um líder religioso”, opina de forma contrária uma seguidora.

APOLOGIA AO CRIME

 Uma matéria veiculada pelo  G1 do Acre em 11/04/2014, trás a tona a  discussão sobre Apologia ao Crime que o padre Thiago supostamente praticou. Na época o jovem, morador de Rio Branco no Acre,  usou sua rede social para postar fotos armado.  O delegado Thiago Fernandes, responsável pela 5ª Regional se pronunciou sobre o assunto.

"O simples fato da pessoa postar foto em posse de arma de fogo, provoca na polícia a necessidade de uma investigação. Se ele for pego em posse de arma de fogo, vai responder por porte ilegal. Porém, a exposição só caracteriza apologia, que também é uma conduta criminosa, mas, considerado um crime brando de acordo com o Código Penal", destaca.

A apologia ao crime está prevista no artigo 287 do Código Penal, que prevê como ato criminoso, elogiar, exaltar, enaltecer ou ressaltar vantagens do ato ilícito. A detenção estipulada é de 3 a 6 meses.


Comentários

  • Um Resumo

    logo

    Este site foi desenvolvido com toda técnologia semântica do HTML5 e foi criado com as últimas tecnologias disponíveis.

  • Facebook

Desenvolvido por Alexandro (65) 99629-0014 | MEUCI.com.br